Bolsas de Estudo e Investigação

Mobilidade
Bolsas e Benefícios

Benefícios Mobilidade

Todos os estudantes participantes, em qualquer um dos Programas da Mobilidade promovidos pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, beneficiam de:

  • Mobilidade para Estudos (em qualquer um dos Ciclos de Estudo)
    30% de redução no pagamento das mensalidades durante o período de Mobilidade
  • Mobilidade para Estágios Curriculares (em qualquer um dos Ciclos de Estudo)
    25% de redução no pagamento das mensalidades durante o período de Mobilidade

Bolsas

ERASMUS +

Todos os estudantes/graduados que saem em Mobilidade para Estudos, Estágio/Estágios para recém-graduados, mantêm os compromissos financeiros com o Grupo Lusófona. Não pode ser pedido ao estudante o pagamento de propinas (para tutoria, exames, acesso a laboratórios ou outros) na IES de Acolhimento, para o período de mobilidade acordado.
A informação sobre a atribuição de bolsas será difundida após a atribuição da subvenção pela Agência Nacional Erasmus+, normalmente nos meses de Junho/Julho, pelo que os candidatos não podem fazer depender a sua candidatura da atribuição de bolsa.

As Bolsas Erasmus+ serão atribuídas para:

  • Período de estudos integrado em graduações ou pós-graduações, incluindo a preparação de teses que conduzam à aquisição de um diploma ou grau;
  • Período de estágio profissional, sendo que o estágio profissional será reconhecido como parte integrante do programa curricular do estudante;
  • Período combinado de estudos e de estágio profissional; e
  • Estágios para recém-graduados.

Nota: Quando o participante não realizar mobilidade nos moldes acordados, poderá ter de reembolsar o apoio financeiro que recebeu.
Estudantes “Bolsa Zero” – A mobilidade Erasmus+ admite Erasmus+ “bolsa zero”, para o período de estudos, período de estágio académico e para os Estágios para recém-graduados. Os estudantes que preenchem todos os critérios para participar de um período de mobilidade e beneficiam de todas as suas mais-valias, mas que não recebem uma bolsa de mobilidade Erasmus+. Estes estudantes estão obrigados ao cumprimento das regras de mobilidade Erasmus+, tal como os estudantes que recebem bolsas de mobilidade e o período conta como período de Mobilidade Erasmus+, i.e. os meses são contabilizados.

No Grupo Lusófona, as Bolsas Erasmus+ Estudantes são atribuídas conforme o a seguir indicado:

O total da verba atribuída em cada ano pela Agência Nacional Erasmus+ para Mobilidade de Estudantes será dividido em duas partes:

  1. 50% da verba será distribuída pelas bolsas a atribuir aos Candidatos com, melhores resultados académicos (de acordo com as avaliações disponíveis aquando do momento da candidatura);
  2. 50% da verba será distribuída pelas bolsas a atribuir aos Candidatos com maiores dificuldades financeiras, de acordo com os seguintes procedimentos:
    • Com base na documentação relativa ao rendimento do agregado familiar (IRS/IRC/Comprovativos de liquidação), é feito um estudo para ver quem necessita mais de bolsa e quem necessita menos.
    • Quem necessita mais de bolsa (rendimentos mais baixos) recebe bolsa. Quem necessita menos de bolsa, recebe até se esgotar a verba atribuída.

Todos os estudantes terão que realizar um mínimo de 20 (vinte) ECTS por semestre e 40 (quarenta) ECTS por ano letivo. O não cumprimento deste requisito obriga à devolução da Bolsa na sua totalidade.

O não cumprimento do período de mobilidade estabelecido obriga à devolução da Bolsa na sua totalidade. Exceção a motivos de “causa maior” (situação validada pela Agência Nacional) em caso de: catástrofes naturais, problemas de saúde graves que impliquem objetivamente o regresso a casa.

Consultar valores das bolsas Erasmus+

Programa ISEP

Ver condições Especificas do funcionamento do Programa em www.isepstudyabroad.org/planning/finances

Programa de Mobilidade da AULP

Ver condições específicas do funcionamento do Programa em AULP em mobilidade-aulp.org

Bolsas para Estudantes dos Países CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

Os benefícios educacionais proporcionados aos alunos com nacionalidade dos países da CPLP fazem parte do projeto da administração da Universidade de apoiar os países da Comunidade Lusófona na formação de quadros superiores de modo a contribuir para o seu desenvolvimento.

Prazos

  • 1ª fase: de 15 de julho a 16 de agosto de 2019
  • 2ª fase: de 19 de agosto a 31 de outubro de 2019

Documentos a entregar para ter acesso ao boletim de candidatura:

Bolsas de Doutoramento

Consulte o regulamento disponível. Para efetuar a candidatura a uma bolsa de estudo, faça a candidatura ao Doutoramento e preencha o campo referente a Bolsas de Estudo.

Regulamento geral do Programa de Bolsas de Estudo para Doutoramento

Estudante Brasileiro

São vários os organismos e instituições que põem à disposição de estudantes brasileiros bolsas para realizarem estudos universitários em Portugal. Assim, podem ser tidos em consideração os seguintes:

  • CAPES e CNPq – As principais agências de financiamento no Brasil são a CAPES e o CNPq.
  • As Fundações de Amparo à Pesquisa Estaduais também oferecem, em alguns casos, bolsas de pesquisa ou ensino no exterior (ex.: FAPESP, FAPERJ, FAPESB)
  • O programa Ciência sem Fronteiras (CsF). Por favor, consulte o site do CNPq.
  • O Banco Santander Totta tem programas de bolsas que podem ser utilizadas por estudantes brasileiros que queiram frequentar a Universidade Lusófona durante um semestre. Os candidatos interessados devem contatar as suas universidades do Brasil.

Bolsas da União Europeia

O Guia de Financiamento Europeu funciona através de um algoritmo que apresenta apenas as bolsas, financiamentos e prémios que realmente correspondem ao perfil individual de cada aluno. Os 12.000 programas de apoio disponíveis cobrem um vasto leque de domínios para os quais os alunos universitários podem requerer apoio (financeiro). Esse apoio cobre despesas diárias, propinas e estágios a custos extra para semestres no estrangeiro, cursos de línguas e custos associados a projetos científicos.

Mais informações em www.european-funding-guide.eu